terça-feira, 28 de janeiro de 2020

Chuva com ventos de 42 km/h derruba árvores e arranca portão de condomínio em Fortaleza


Precipitações acompanhadas com ventos causaram alguns transtornos na madrugada desta terça-feira (28), em Fortaleza. As chuvas iniciaram por volta da uma hora da manhã e deixaram ruas e avenidas alagadas e os ventos derrubaram árvores. Até um portão de um condomínio localizado na Avenida Sargento Hermínio foi arrancado pela força do vento. Não houve feridos. Segundo a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) foram registradas no período rajadas de 42 km/h e um acumulado de chuva de 25 milímetros na Capital.

Falta de energia e alagamentos
Moradores do Bairro Cidade dos Funcionários relataram que a região ficou sem energia por volta de 1h40. Já na Rua Beni de Carvalho, esquina com Rua Coronel Jucá, no Bairro Aldeota, a fiação de um poste estourou durante a madrugada. Segundo uma testemunha, houve falta de energia na região, porém a luz voltou após alguns minutos.

Houve registro de alagamento na rua General Lima e Silva, no bairro Aerolândia. A água invadiu casas e cobriu parte de um automóvel que estava estacionado no meio da rua. No início da manhã, o nível da água baixou no local, mas continuou causando transtornos para quem tentou passar na via.

Árvores caídas
Uma árvore caiu na BR-116, próximo ao viaduto da Oliveira Paiva, sentido Mesejana-Centro. A árvore bloqueou parte da rodovia. Fios de energia foram derrubados no local.
No início da Avenida Ministro José Américo, perto do cruzamento com a Avenida Frei Cirilo, próximo ao Cambeba, uma árvore caiu próximo a um semáforo. Motoritas tiveram dificuldade de passar no trecho, por causa da planta caída na pista.

Ainda na Avenida Frei Cirilo, um galho de uma outra árvore caiu, no Bairro Messejana, em frente o Hospital de Doutor Carlos Alberto Studart Gomes (Hospital do Coração). Por causa da obstrução da via, alguns motoristas tiveram que passar por cima da calçada da unidade hospitalar.
Diario do Nordeste