Header Ads

Ceará ultrapassa 500 óbitos por Covid-19 e registra 7,8 mil casos em 150 municípios


Ceará ultrapassou a marca dos 500 óbitos pelo novo coronavírus (Sars-Cov-2) , segundo dados divulgados às 9h04 desta sexta-feira (1º) pela Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa). De acordo com o órgão, o Estado registrou 505 mortes provocadas pela doença e 7.879 casos confirmados. A taxa de letalidade é de 6,4%.

Fortaleza, epicentro da contaminação pelo vírus no estado, registra 5.997 casos confirmados de infecção e 387 mortes em decorrência da Covid-19. Dos 184 municípios cearenses, 150 cidades têm casos confirmados de coronavírus, até esta sexta-feira.

Os números apresentados pela Secretaria da Saúde fazem referência à disponibilidade dos resultados dos testes para detectar a presença dos vírus, o que não corresponde necessariamente à data da morte ou do início da apresentação dos sintomas pelo paciente.

Veja outras informações da plataforma divulgadas nesta sexta (1º) :
- São 24. 224 casos suspeitos;
- 26.596 testes realizados;
- A taxa de letalidade da doença no CE é de 6,4%;
- 150 cidades têm casos de Covid-19

Calamidade pública
Devido ao amento no número de casos, o Governo Federal reconheceu o estado de calamidade pública em todo estado do Ceará. A medida foi publicada em uma portaria no Diário Oficial da União (DOU) desta quinta, por meio do Ministério do Desenvolvimento Regional.

A Assembleia Legislativa do Ceará já havia aprovado o projeto de decreto legislativo que reconhece o estado de calamidade pública no Ceará até dia 31 de dezembro de 2020.

Nesta quinta-feira (30), a Justiça Federal determinou que os 94 respiradores comprados pelo Governo do Estado e que estão retidos pelo Ministério da Saúde e a Intermed Equipamento Médico Hospitalar LTDA, sejam entregues após busca e apreensão.

Morte de bebês
Na quarta, a Sesa divulgou um boletim epidemiológico, apontando que 65 crianças com até um ano de idade foram infectadas pelo novo coronavírus no Ceará.
Entre as vítimas, nove delas, cinco meninas e quatro meninos, precisaram ser hospitalizadas e uma bebê acabou falecendo. Ela tinha três meses de idade e morreu em Iguatu, no dia 6 de abril, sendo a vítima mais jovem da Covid-19 no país até então.

G1 CEARÁ


Tecnologia do Blogger.