Header Ads

Camilo Santana prorroga decreto de isolamento social por mais 15 dias no Ceará, até 5 de maio


O governador Camilo Santana anunciou, na noite deste domingo (19), que o decreto de isolamento social que proíbe o funcionamento de serviços não essenciais vai se estender por mais 15 dias no Ceará. O novo prazo termina no próximo dia 5 de maio. Esta é a terceira vez que o governo adia o fim do decreto para diminuir a transmissão do novo coronavírus. A decisão já esta publicada no Diário Oficial do Estado (DOE).
Até a última atualização da Secretaria da Saúde do Ceará, o estado registra 189 mortes e mais de 3.300 casos confirmados. Fortaleza concentra a maioria dos registros, com 2.688 casos. No total, a Covid-19 foi diagnosticada em 98 municípios cearenses.
"Informo aos cearenses que estou prorrogando por mais 15 dias o decreto estadual que trata do enfrentamento ao coronavírus no Ceará, mantendo as restrições dos decretos anteriores, e reforçando medidas de proteção nos serviços essenciais que já funcionam, como bancos, lotéricas, supermercados e farmácias", escreveu.

Máscaras obrigatórias
Camilo ressaltou ainda que passa a ser obrigatório o uso de máscaras por parte dos funcionários dos estabelecimentos que prestam serviços essenciais à população e que haverá mais rigor nas regras para evitar aglomerações. Ele ainda recomendou o uso da máscara a todas as pessoas que precisem sair de casa e afirmou que as medidas foram tomadas com base nas orientações das autoridades sanitárias.
"Compreendo os transtornos que causam algumas medidas, mas elas são tomadas com base na orientação de nossos especialistas em saúde e de entidades como a Organização Mundial da Saúde (OMS), que indicam o distanciamento social como a medida mais eficaz para diminuir a velocidade da contaminação do coronavírus, que ameaça o colapso completo do sistema de saúde", completou.

G1 CEARÁ


Tecnologia do Blogger.