Header Ads

Estudantes fecham Avenida da Universidade por duas horas em protesto contra bloqueios de verbas na educação


Um grupo de estudantes de instituições federais do Ceará fechou por duas horas a Avenida da Universidade, no Bairro Benfica, em Fortaleza, na manhã desta quarta-feira (15), em manifestação contra o bloqueio no repasse de verbas para educação anunciado pelo Ministério da Educação (MEC). Durante o ato, os manifestantes usaram cadeiras para bloquear um trecho da via. Os organizadores do protesto não divulgaram quantas pessoas participam do ato. A Polícia Militar ainda não esteve no local.

O protesto começou por volta das 5h, com a participação de alunos da Universidade Federal do Ceará (UFC), Instituto Federal do Ceará (IFCE) e outras instituições de ensino. Por volta das 7h20, os participantes retiraram as cadeiras escolares e liberaram a avenida.
Após encerrar o ato, os estudante seguiram a pé e em veículos em direção à Praça da Bandeira, localizada no Centro da capital, onde ocorre a concentração de um novo protesto contra o bloqueio das verbas para a educação.

Mudanças no trânsito
Por conta da manifestação, a Avenida da Universidade ficou bloqueada durante o início da manhã. Agentes da Autarquia Municipal de Trânsito (AMC) foram enviados para orientar o trânsito no local. Veículos que tentaram passar pelo local precisaram pegar vias alternativas.
O Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Ceará (Sindiônibus) informou que os veículos do transporte público tiveram o itinerário alterado por conta do protesto. Um total de 24 linhas de ônibus de Fortaleza e outros 13 do transporte metropolitano passam pela avenida.
Bloqueio de verba

O Ministério da Educação anunciou o bloqueio de 30% na verba das instituições de ensino federais vai valer para todas as universidades e todos os institutos.

G1/CE
Tecnologia do Blogger.