Header Ads

Despacho de bagagem de mão fora do padrão não ocorre mais no Aeroporto de Fortaleza

Foto – Jarbas Oliveira


O Aeroporto Internacional Pinto Martins iniciou, nesta quinta-feira, a cobrança de excesso de bagagem de mão para quem ultrapassou o limite de 10 quilos. A medida vale para os que estão voando também pelos aeroportos de Confins (Belo Horizonte), Guararapes (Recife) e Val-de-Cans (Belém). Nesses terminais, as bagagens que estiverem acima do tamanho padrão tiveram que ser despachadas.

No Pinto Martins, alguns desavisados foram barrados no setor de embarque e informados das novas regras. Houve bate-boca com o pessoal da fiscalização mas, ao final, tudo acaba na companhia aérea com o desembolso pelo excesso, que varia de R$ 60 a R$ 120,00.

A medida já estava em vigor, desde 25 de abril, nos aeroportos Juscelino Kubitschek (Brasília), Afonso Pena (Curitiba), Viracopos (Campinas/SP) e Aluízio Alves (Natal).

Até 23 de maio, as bagagens de mão fora do padrão passarão a ser obrigatoriamente despachada em 15 terminais do país.

Tamanho das bagagens

De acordo com a Abear, associação que reúne as aéreas brasileiras, o objetivo da medida é agilizar o fluxo dos clientes nas áreas de embarque e evitar atrasos.

Desde o início da cobrança pelas bagagens despachadas, muitos passageiros têm optado por levar apenas malas de mão – por vezes com dimensões excessivas –, causando transtornos na hora do embarque na aeronave.

Antes de entrar nas áreas de embarque, os passageiros são verificados se o tamanho e o peso das bagagens estão de acordo com os padrões definidos pelas companhias: 55 centímetros de altura, 35 centímetros de largura e 25 centímetros de profundidade, com até 10kg.

(Também com Agências
Tecnologia do Blogger.