Header Ads

Deputados estaduais também estariam envolvidos em desvio de verbas em Juazeiro, diz PF



Juiz eleitoral analisa pedido de afastamento de políticos envolvidos em esquema criminoso

A Operação Graham Bell, deflagrada em Juazeiro do Norte, aponta desvio de dinheiro das Secretarias da Educação e da Saúde da Prefeitura do Município, em benefício do financiamento da candidatura do deputado federal eleito Pedro Bezerra (PTB), filho do prefeito José Arnon (PTB), e também de deputados estaduais, informou a Polícia Federal em entrevista coletiva no início desta tarde. O nome dos deputados estaduais não foi revelado. Material apreendido na primeira fase da Operação culminou na identificação de organização criminosa. 

A Operação apreendeu R$ 159 mil, identificou casos de coação grave de eleitores, associação criminosa, desvio de verbas públicas para fins eleitorais e tráfico de influência. De acordo com a Polícia Federal, o afastamento de agentes públicos foi solicitado e está sob análise do juiz eleitoral.

De acordo com a Controladoria Geral da União (CGU), o superfaturamento nas Secretarias da Educação e da Saúde ocorria de duas formas. A primeira pela não entrega do produto; a segunda pela cobrança acima do esperado. 

A PF cumpriu os 17 mandados de busca e apreensão desta quinta-feira em Barbalha, Crato, Fortaleza, e Viçosa do Ceará. As investigações apontam organização criminosa com participação de pessoas ligadas à prefeitura de Juazeiro do Norte,  secretarias municipais da cidade e empresas prestadoras de serviço . 

De acordo com a PF, agora, o material apreendido será analisado e deve resultar em novas fases da investigação. A CGU identificou elementos de desvio de verbas tanto com crimes conexos ao eleitoral  e contra a administração pública, e eventualmente, serão instaurados outros inqueritos. 

Com informações de Bruna Vieira, da rádio O POVO CBN Cariri 
Tecnologia do Blogger.