Header Ads

Tio do atual prefeito de Granjeiro é preso suspeito de matar antecessor


A Polícia Civil do Ceará prendeu nesta terça-feira (3) o tio do atual prefeito de Granjeiro, Ticiano Tomé, suspeito de envolvimento na morte do prefeito assassinado João Gregório Neto. João Gregório, conhecido como João do Povo, foi assassinado a tiros em 24 de dezembro de 2019. Após sua morte, o então vice-prefeito, Ticiano Tomé, assumiu a prefeitura do município.
O pai de Ticiano Tomé usa tornozeleira eletrônica por suspeita de envolvimento no crime. Conforme a Secretaria da Segurança Pública, "está cada vez mais forte a tese de que tratou-se de crime político".
A prisão do tio de Ticiano Tomé, cuja identidade não foi divulgada, ocorreu em Fortaleza. Outros três suspeitos de envolvimento no crime estão presos; duas prisões ocorreram no Maranhão e uma no Piauí.
A prisão do familiar ocorreu por meio de mandado judicial, conforme a Secretaria da Segurança. Ainda conforme a pasta, informações relativas às circunstâncias da prisão serão divulgadas na quarta-feira (4).
João Gregório Neto foi assassinado a tiros na manhã do dia 24 de dezembro de 2019, enquanto caminhava próximo à parede do Açude do Junco.
Segundo a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), equipes da Delegacia Regional de Juazeiro do Norte, da Regional de Iguatu e do Departamento de Polícia Judiciária do Interior Sul da Polícia Civil, trabalharam em conjunto para identificar e localizar os possíveis suspeitos.
Policiais de Cariús, Cedro, Iguatu, Juazeiro do Norte e Várzea Alegre também foram mobilizados para prestar assistência durante as investigações.


G1 CEARÁ

Tecnologia do Blogger.