Header Ads

38% das escolas do Ceará terão jornadas prolongadas com modelo de tempo integral a partir de 2020

Das 728 unidades de ensino, 277 terão o modelo prolongado. Destas, 155 são Escolas de Ensino Médio em Tempo Integral (EEMTIs) e 122 são Escolas Estaduais de Educação Profissional (EEEPs)
FOTO: NATINHO RODRIGUES

Com as novas redes de ensino, 38% das unidades estaduais terão a jornada prolongada. Em 2020, serão 71 municípios com ensino médio em tempo integral, beneficiando mais de 41 mil alunos

O Governo do Estado do Ceará vai ofertar o Ensino Médio em tempo integral em mais 25 escolas em 2020. Elas começam a ofertar a jornada prolongada com a matrícula de 3.589 alunos no 1º ano do Ensino Médio. O lançamento das novas unidades foi anunciado pelo governador Camilo Santana na manhã desta quinta-feira (13), durante coletiva de imprensa, no Palácio da Abolição. Com as novas redes de ensino, 38% das unidades estaduais terão a jornada prolongada. Em Fortaleza, são 49 unidades com o modelo

"Uma forma de fazer que os alunos tenham mais oportunidades. A meta é a cada ano ampliar as escolas de tempo integral no Ceará. A escola precisa ser atrativa. É um modelo de sucesso, um grande caminho para fortalecer a educação no Ceará", declarou o governador.

Uma em cada três escolas é de tempo integral no Ceará. Das 728 unidades de ensino, 277 terão o modelo prolongado. Destas, 155 são Escolas de Ensino Médio em Tempo Integral (EEMTIs) e 122 são Escolas Estaduais de Educação Profissional (EEEPs).

Com o investimento de R$ 1,5 milhão, as novas escolas devem receber equipamentos para apoiar as disciplinas eletivas. Serão dois notebooks, uma televisão de 50 polegadas, um kit de microfone sem fio, uma caixa de som ampliada e um baú com itens voltados à produção de esquetes das eletivas de teatro para cada nova unidade. 

As unidades estão localizadas nos municípios de Abaiara, Acaraú, Assaré, Cariús, Fortaleza, Ibaretama, Ipaporanga, Irauçuba, Jardim, Jati, Jucás, Massapê, Mauriti, Mombaça, Morrinhos, Parambu, Paracuru, Penaforte, Poranga, Quixadá, Sobral (2), Tianguá, Várzea Alegre e Varjota. Destas, 20 ofertarão o tempo integral pela primeira vez. 

Tempo Integral

Em 2020, serão 71 municípios com ensino médio em tempo integral, beneficiando mais de 41 mil alunos. As unidades de ensino com a jornada prolongada estão localizadas, principalmente, em municípios mais populoso. As escolas foram distribuídas em áreas consideradas vulneráveis. 
O projeto para a implantação do tempo integral teve início em 2016, por meio da Secretaria da Educação (Seduc), com 26 escolas estaduais. Em 2017, mais 45 unidades passaram a ofertar a jornada prolongada. Já em 2018, foram mais 40 escolas. No ano passado, 19 unidades passaram a ofertar o ensino médio em tempo integral.

"A nossa proposta é de expandir, a cada ano vem fazendo essa expansão. As escolas de tempo integral oportuniza, da mais equidade, mais condição do aluno aprender mais. A gente caminha para que se consolide a escola de tempo integral no Ceará", declarou a Eliana Estrela, titular da Seduc.
O ensino médio começa a partir do 1º ano do Ensino Médio e se expande gradualmente para as séries seguintes. Cada unidade oferta uma jornada de nove horas, com três refeições diárias. O currículo é composto por 30 horas semanais de disciplinas da base comum a todos, além de 15 horas na parte flexível, sendo que 10 são escolhidas pelos alunos. 

Melhores do Brasil

Conforme o estudo "Excelência com equidade no Ensino Médio", divulgado no ano passado, entre as 100 escolas com melhores resultados de aprendizagem e que atendem alunos com baixo nível socioeconômico, 55 são unidades de tempo integral do Ceará.

Diário do Nordeste 

Tecnologia do Blogger.