Header Ads

INSS pode demorar até três meses para analisar novos pedidos



Após a aprovação da reforma da Previdência em novembro do ano passado, os novos pedidos realizada por trabalhadores no site do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) podem demorar até três meses para serem analisados devido ao momento de adaptação do órgão. É o que afirma Paulo Barcelar, advogado previdenciário e coordenador do Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação do Ceará (IBPT). Ele avalia que a profundidade das mudanças exigirá muitas adequações do órgão.

"O tempo ainda é muito curto para uma análise dessa. Essa foi a mudança mais profunda na Previdência. Então, três meses é um tempo razoável para que haja a adaptação. Passando disso, haverá uma demanda grande de pedidos. Em 2013, houve a aprovação da aposentadoria do deficiente, mas o INSS só conseguiu conceber o benefício alguns meses depois", aponta o advogado previdenciarista.

Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) informou que não tem previsão de quando os trabalhadores que fizerem o pedido de aposentadoria passarão a adquirir o benefício, que, pela lei, têm até 45 dias para ser avaliado.

Cuidados
Ainda de acordo com Bacelar, o órgão recebeu uma grande demanda de pedidos de pessoas que ainda não têm o direito de se aposentar após a aprovação das novas regras.
 Diario do nordeste 

Tecnologia do Blogger.