Header Ads

Sobral apresenta redução de 41% na taxa de homicídio, segundo a Polícia Militar


Na noite desta quarta-feira (02/10), o Comitê Deliberativo do Ceará Pacífico em Sobral se reuniu pela 19ª vez para avaliar e discutir questões sobre a segurança pública do município. Na ocasião, o comandante da Uniseg Sobral, tenente Marcos Paulo, apresentou a redução de 41% na taxa de homicídio no período de janeiro a setembro. Os dados são comparados com o mesmo período de 2018.

Outros índices também foram expostos, como a redução nos roubos a pessoas (39,2%) e roubos de veículos (58,8%) no mês de setembro deste ano, comparado com o mesmo período do ano passado. Ainda segundo os dados coletados de janeiro a setembro de 2019, a Polícia Militar retirou 105 armas de fogo de circulação.

Entre as novidades do novo encontro, foi anunciado também a implantação de grupos táticos da PM nos distritos do município. "Nós percebemos uma necessidade da população que reside nos distritos de Sobral: mais segurança. Observando isso, criamos dois grupos táticos rurais, para intensificar a policiamento nos distritos", informou o tenente Marcos Paulo. "Um grupo tático vai saturar todos os dias, durante 24 horas, a região de Taperuaba, Aracatiaçu, Patos e Caracará. O outro grupo vai intensificar as abordagens, o policiamento, para garantir mais segurança em outro grupo de distritos, que engloba Jordão, Jaibaras, Bonfim, Setor I e II, Rafael Arruda, São José do Torto e outros", explicou.

Para a promotora Juliana Cronemberger, os encontros do Comitê Deliberativo do Ceará Pacífico em Sobral estão trazendo bons resultados. "O maior fruto que a gente já teve desses dois anos do Comitê é a possibilidade de interação entre as instituições. É um espaço onde elas conseguem dialogar, 
entender um pouco as dificuldades do trabalho dos outros, e com isso a gente têm construído algumas pontes e interlocuções entre as instituições que já desburocratizaram muita coisa e acabaram dando uma visão mais geral sobre o fenômeno violência", disse.

Participaram da reunião representantes das Polícias, Ministério Púbico, Defensoria Pública e Poder Executivo.


Tecnologia do Blogger.