Header Ads

Secretaria da Educação de Sobral participa da 1ª Conferência Nacional de Alfabetização Baseada em Evidências em Brasília

Atendendo ao convite do Ministério da Educação, a Secretaria da Educação de Sobral participou da 1ª Conferência Nacional de Alfabetização Baseada em Evidências (Conabe), realizada de 22 a 25 de outubro, em Brasília (DF). Especialistas de renome nacional e internacional na área apresentaram as experiências que deram certo em várias partes do mundo e do Brasil, como o exemplo de Sobral. As melhores práticas serão incluídas no processo de alfabetização nas escolas de todo o Brasil.

Na quarta-feira (23/10), o secretário da Educação de Sobral, Herbert Lima, apresentou a política de alfabetização de Sobral e os demais programas, que levaram o município a ter a melhor rede pública municipal de ensino do Brasil. “Essa política pública está pautada em alguns princípios. O primeiro é priorizar a alfabetização desde as séries iniciais do ensino fundamental I. Também criamos mecanismos como uma escola de formação de professores, que capacita e qualifica os professores da rede municipal, políticas de valorização dos profissionais de magistério”, explica o secretário em entrevista concedida à TV MEC.

Também participaram da conferência, a coordenadora de Ensino Fundamental, Edna Carvalho, que apresentou o curso de formação de professores em estágio probatório, a gerente de ensino fundamental, Carolina de Farias, e a gerente de avaliação externa, Lúcia Balica.

As discussões da conferência ajudarão na produção do Relatório Nacional de Alfabetização Baseada em Evidências (Renab), que subsidiará futuros programas de alfabetização do país. “Essa conferência nos dá a oportunidade de compartilhar não só os indicadores de excelência e os métodos de ensino, mas também aprender, conhecer outras estratégias pedagógicas, outros métodos, documentos institucionais oficiais, diretrizes que o Ministério da Educação pretende e está desenvolvendo. Então, sem dúvida nenhuma, é um ganho para todos nós gestores, compartilhar e conhecer um pouco mais sobre alfabetização no Brasil e também fora dele’’, disse o secretário.
Tecnologia do Blogger.