Header Ads

Caso André Fernandes e Nezinho Farias vai parar na Justiça



Além do Conselho de Ética da Assembleia Legislativa, o embate foi parar na Justiça

Após o pedido de desculpas em plenário, o caso das acusações do deputado André Fernandes (PSL) ao colega, Nezinho Farias (PDT), segue agora em duas frentes. Além do Conselho de Ética da Assembleia Legislativa, o embate foi parar na Justiça, no 16º Juizado Especial Cível de Fortaleza, no Fórum Clóvis Beviláqua. 

Nezinho Farias recorreu ao Judiciário em busca de indenização por danos morais por ter sido acusado por André, de "integrar facção criminosa". 

Na unidade judiciária, os dois parlamentares estarão frente a frente no próximo dia 3 de setembro, data em que acontecerá uma audiência de conciliação. Até lá, a expectativa é que o caso já possa ter sido definido no Conselho de Ética da Assembleia. 

Após a confusão, Nezinho contou com o apoio de boa parte dos deputados estaduais. Fernandes, por sua vez, disse em plenário que a acusação foi fruto de "inexperiência" e pediu desculpas. 


Diário do Nordeste
Tecnologia do Blogger.