Header Ads

Juiza determina perda de mandado do Vereador Romário Araújo, recolhimento domiciliar e multa de 100 salários mínimos



A Juiza Joyce Sampaio Fontenelle Durval, da Comarca de Sobral se pronunciou nesta quarta-feira (26), sobre o processo que envolve o vereador sobralense Romário Araújo, em denúncia de envolvimento em crime de estelionato e apropriação indébita. 

Em sua decisão. A Juíza se manifestou a respeito de sua prisão preventiva, indeferida. Noutra decisão, a Juiza Joyce Sampaio, deferiu que Romário Araújo, deve comparecer mensalmente ao Fórum Dr. José Saboia, a fim de justificar suas atividades, a proibição de se ausentar da cidade de Sobral sem prévia comunicação escrita, recolhimento no período noturno e nos finais de semana, proibição de manter contato com as vítimas, a suspensão do exercício da função pública (cargo de vereador) e a fixação de fiança, no valor de 100 salários mínimos a ser recolhida mediante guia de depósito, no prazo de 48 horas.

A Câmara de Vereadores deverá ser comunicada da decisão, para que providências seja adotadas.

Wilson Gomes
Tecnologia do Blogger.