Header Ads

Suzane Von Richthofen deixa prisão de Taubaté para o Dia das Mães


A Justiça de São Paulo autorizou, nesta terça (8), a saída de Suzane Von Richtofen da Penitenciária Feminina de Tremembé para o Dia das Mães. O benefício será concedido por sete dias à detenta, condenada à 39 anos de prisão pelo assassinato dos pais, em 2002.

Segundo informações da TV Record, Suzane deixou o presídio nesta manhã acompanhada de colegas em um carro branco. A ‘saidinha’, como é conhecida, geralmente é cedida a presos em regime semiaberto com bom comportamento.

No início deste ano, a detenta havia sido punida com a perda de três saídas temporárias após ser flagrada em uma festa de casamento, em Taubaté, em dezembro de 2018, no Natal. Suzane foi punida porque as disposições da saída temporária a obrigam a permanecer no endereço informado — que, no caso, era a casa de seu namorado em Angatuba, distante mais de 300 quilômetros.

Na ocasião, a juíza Wania Regina Cunha, da Vara de Execuções Criminais, entendeu que houve falta grave e suspendeu o benefício. A Defensoria Pública de Taubaté, que atua na defesa de Suzane, entrou com recurso.

Em abril, foi divulgada a decisão da 5ª Câmara Criminal de São Paulo, que considerou que a detenta não cometeu falta grave ao estar em festa de casamento no trajeto em que seguia para a casa do namorado. A decisão restabeleceu o direito de Suzane para receber os benefícios.

Suzane assassinou os pais Manfred e Marísia von Richthofen na casa da família, em São Paulo. Os irmãos Christian e Daniel Cravinhos também participaram do crime.

Com informações da Jovem Pan

Tecnologia do Blogger.