Header Ads

Maioria dos reservatórios não passou por licenciamento



Nas chuvas deste ano, diversos reservatórios de pequeno e médio porte romperam ou ameaçaram romper no Ceará

São mais de 30 mil reservatórios espalhados pelo Ceará. A maioria de pequeno porte. São pequenos açudes, dentro de propriedades particulares para irrigação e consumo animal.

O problema, segundo a Semace, é que a maioria desses reservatórios não passou por nenhum processo de licenciamento durante a construção. Foram feitas, muitas vezes, de maneira artesanal, sem respeitar as normas técnicas e ambientais.

Nas chuvas deste ano, diversos reservatórios de pequeno e médio porte romperam ou ameaçaram romper no Ceará. Em Ubajara, parte da população precisou ser evacuada diante da ameaça da parede ruir. Segundo a Semace, quando isso ocorre, o proprietário da barragem é responsabilizado.

Para Jeovah Meireles, professor de Geografia, da Universidade Federal do Ceará (UFC), as pequenas barragens cumprem funções importantes para o meio ambiente e para a subsistência do homem do campo.

Para o professor, mais que fiscalizar e penalizar, o poder público precisa criar políticas de monitoramento e incentivo das construções seguras.

Fonte: CNews
Tecnologia do Blogger.