Header Ads

Gêmeas retornam ao Ceará após cirurgia para separação de cabeças

Gêmeas agora serão acompanhadas por médico Eduardo Jucá.Foto: Fabiane de Paula
As irmãs de dois anos e meio chegaram no início da tarde desta sexta-feira (29)

Cinco meses após a quinta cirurgia para separação das gêmeas Maria Ysadora e Maria Ysabelle, de dois anos e meio, as bebês desembarcaram no início da tarde desta sexta-feira (29), no Aeroporto Internacional Pinto Martins, em Fortaleza. Elam foram submetidas ao procedimento inédito no Brasil no dia 27 de outubro do ano passado. 

Considerada de alta complexidade, a última intervenção durou cerca de 20 horas e envolveu a desconexão da parte dos cérebros unida, assim como a reconstrução da calota, pele e meninge.  
“A gente conseguiu essa vitória. Vai ser um longo período de reabilitação, mas se Deus quiser vai dar tudo certo. A sensação é muito boa, de dever cumprido, de sonho realizado”, comemora o pai das crianças Diego Farias, que antecipou à reportagem do Sistema Verdes Mares a programação dos próximos dias. “A gente vai ver a família, passear um pouco com elas e ir à praia”. 

Alta

As gêmeas tiveram alta médica do Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto (SP), onde eram acompanhadas por 30 profissionais, no dia último dia 7 de dezembro. Contudo, o retorno à terra natal foi adiado porque elas apresentaram um problema na cicatrização pós-cirúrgica. 
Conforme o neurologista responsável pela transferência das crianças, Eduardo Jucá, elas têm evolução positiva no quadro clínico, o que trouxe ainda mudanças não só para a família, mas também para os médicos. “É uma família que volta para casa depois de um grande exemplo de superação. Nós que participamos aprendemos muito em termos de planejamento e trabalho em equipe”.
Maria Ysadora e Maria Ysabelle residem em Pacatas, distrito de Aquiraz, distante 32 Km de Fortaleza. Elas foram acompanhadas cerca de dois anos por uma equipe multidisciplinar do Hospital das Clínicas. 

Fonte: DN
Tecnologia do Blogger.