Header Ads

Bandidos incendeiam 5 escolas no Ceará em 24 horas



Prédios de quatro escolas e uma creche foram danificados com as ações criminosas que chegam ao 21º dia no Ceará. As ocorrências foram nas cidades de Caucaia, Itarema, Ibaretama e Quixadá

O Ceará chegou ao 21º dia de ataques criminososregistrando ocorrências em cinco instituições de ensino. Foram quatro escolas e uma creche em Caucaia, Itarema, Ibaretama e Quixadá, cidades da Região Metropolitana de Fortaleza e do interior do estado, nas últimas 24 horas.
Os bandidos incendiaram cômodos desses locais e deixaram rastro de destruição.

Na madrugada desta terça-feira, criminosos invadiram uma escola na localidade de Junco, distrito de Custódio, na cidade de Quixadá, Sertão Central. Por volta de 1h30 da manhã, os bandidos renderam o vigia e atearam fogo no prédio. O radialista Cleumio Pinto detalha como aconteceu o ataque.
“Segundo informações de populares da região, teriam sido seis jovens que tentaram incendiar, que colocaram fogo em parte da escola. E o vigilante também foi agredido por parte dos meliantes”, contou o radialista.

Já em Ibaretama, outra escola foi incendiada na localidade de Pedra e Cal. Os bandidos, segundo Cleumio Pinto, chegaram a incendiar a cantina da instituição. A população percebeu e conseguiu apagar o fogo a tempo.

“Colocaram fogo, também gasolina, na cantina, no depósito do material de limpeza e em alguns cestos. Porém, o fogo não se alastrou e populares perceberam e conseguiram debelar. Isso foi na madrugada de hoje. Não souberam dizer quantos foram e nem como foi feita a ação”, contou o radialista.

Já são cinco instituições de ensino atacadas por bandidos em menos de 24 horas nessa maior onda de violência da história do Ceará. Nesta segunda-feira (21), outras duas escolas foram incendiadas em Itarema, no litoral oeste do estado.

Em Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza, a sala de uma creche também foi queimada e o material escolar que seria usado durante o ano letivo ficou destruído. Uma geladeira que estava na sala também foi atingida.

Desde a noite do último dia 2 de janeiro, facções criminosas comandam uma onda de ataques por todo o Ceará, com ações contra ônibus e vans do transporte público, prédios e equipamentos públicos e privados.

Até as 11h30 desta terça-feira (21), o Sistema Jangadeiro contabiliza 254 ataques em 55 dos 184 municípios do estado, sendo 121 em Fortaleza, a cidade que concentra a maior parte das ações criminosas, em 21 dias de terror.

Denúncia

O Governo do Estado disponibilizou um telefone para que a população possa denunciar autores dos crimes. O número informado é o 181 e o sigilo é garantido. Segundo a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), aumentou para 411 o número de pessoas presas ou apreendidas por participação nos atos criminosos. O balanço corresponde às capturas até as 11h30 desta terça-feira (22). O órgão não está informando a contabilização dos números de ataques.

Fonte: Tribuna do Ceará
Tecnologia do Blogger.