Header Ads

Em choque, acusado de matar Carliane confessa o crime e diz estar arrependido


Elias Possidônio de Farias, 36, permanece recolhido na Delegacia Regional de Polícia Civil, em Canindé, após ter assassinado a facadas, a sua companheira Carliane Barbosa Teixeira, 34, durante uma discussão ao saírem de uma festa na Fazenda Jardim, zona rural do município de Santa Quitéria, na madrugada deste domingo (02).

Segundo o acusado, em seu depoimento ao delegado Fernando Moretto, ele estava acompanhado de seu advogado e em estado de choque, apenas afirmou que tinha sido o responsável pelo fato e que estava muito arrependido pelo que havia praticado. Em imagens que circularam durante o dia nas redes sociais, Elias demonstrava alteração e afirmava que "não havia batido nela".

De acordo com Moretto, em entrevista ao radialista Gonçalinho Rodrigues, ambos viviam juntos a aproximadamente dois anos, no entanto, a aproximadamente um mês se separaram. A motivação, segundo relatou a mãe da vítima, Rita de Cássia Silva Barbosa, teria sido por um suposto ciúme, em que o acusado teria visto a vítima com um terceiro.

Carliane veio a óbito, após uma facada na altura do abdômen. A faca usada para assassinar a jovem foi apresentada pela Polícia Militar na Delegacia e vai ser remetida à Perícia Forense, para a realização dos devidos procedimentos.
Elias, que é réu primário, foi autuado em flagrante pelo crime de feminicídio e nos próximos dias, deverá ser encaminhado para a Cadeia Pública de Santa Quitéria, onde vai ficar à disposição da Justiça.

O clima na cidade é de muita comoção. Populares, indignados, buscam respostas para tentar entender tamanha brutalidade. O corpo de Carliane será sepultado nesta manhã (03), no cemitério da cidade de Hidrolândia.

A Voz de Santa Quitéria
Tecnologia do Blogger.