Header Ads

Acusado de participar do furto ao Banco Central é preso


Ele tinha um mandado de prisão em aberto por associação para o tráfico e tráfico de drogas

Um dos responsáveis pelo furto ao Banco Central em Fortaleza, ocorrido em agosto de 2005, Raimundo Laurindo Barbosa Neto, foi preso na manhã da última terça-feira (18), em Boa Viagem, no Sertão Central do Ceará.

Ele foi abordado por uma viatura do Comando Tático Rural (COTAR). Segundo a Polícia, ele tinha um mandado de prisão em aberto pelos crimes de associação para o tráfico e tráfico de drogas.
Ele foi transferido para a Delegacia de Combate às Ações Criminosas Organizadas (Draco), em Fortaleza. Segundo as investigações da época do assalto ao Banco Central, "Laurindo Neto" era tido como um dos líderes do grupo criminoso.

Na época, Laurinho foi condenado a 17 anos de prisão.
Assalto ao Banco Central

O furto ao Banco Central de Fortaleza aconteceu entre os dias 5 e 7 de agosto de 2005 e se tornou o maior registrado no Brasil. 
O túnel tinha aproximadamente 80 metros de comprimento, era revestido de apoiado em vigas, tinha sistema de ventilação e elétrico. 

O grupo alugou uma das casas próximas ao BC, que funcionava como fachada de um escritório. E de lá, o túnel foi construído até chegar ao cofre do BC. 

Outro preso

Um dos acusados de fazer parte da quadrilha que assaltou o Banco Central de Fortaleza, foi preso no começo de agosto, no Distrito Federal. Adelino Angelim de Sousa Neto, conhecido como "Amarelo", de 36 anos, foi localizado após denúncia anônima. Ele tinha um mandado de prisão em aberto e estava foragido. A prisão foi realizada pela Polícia Militar do DF na cidade de Paranoá.

Fonte: CNews
Tecnologia do Blogger.