Header Ads

24 milionários buscam mandatos no Ceará

Agenor Neto


A cifra é puxada sobretudo pelo senador Eunício Oliveira (MDB) - dono de empresas da área da segurança e de uma fazenda de 21 mil hectares - que declarou sozinho possuir R$ 89,2 milhões. Como o registro de candidaturas segue ocorrendo até esta quarta-feira, a expectativa é que outros nomes bem abastados surjam entre os aspirantes a representantes dos cearenses. Segundo o IBGE, renda média de moradores do Estado é de R$ 824. A lista com todos os candidatos milionários está disponível no endereço https://bit.ly/2MG8vxj.

Deputado franciscano
O pastor evangélico David Durand (PRB), candidato à Assembleia Legislativa, declarou não possuir quaisquer bens à Justiça Eleitoral. O curioso é que Durand já é deputado estadual, com salário de R$ 25,3 mil mensais, desde 2014.

Combinar com os russos
Camilo Santana (PT) pode ter conseguido reunir os irmãos Ferreira Gomes e Eunício Oliveira por sua reeleição, mas rusgas do racha de 2014 seguem correndo em vários municípios. Em Iguatu, já voltaram a escalar novamente tensões entre os deputados Agenor Neto (MDB) e Mirian Sobreira (PDT), ambos com indicados na máquina estadual. Desde a semana passada, o emedebista vem subindo o tom contra o prefeito de Iguatu, aliado de Sobreira, na Assembleia.

Ciro e Doria frente a frente
Está marcada para as 13h20min desta quinta-feira, 16, audiência entre Ciro Gomes (PDT) e o ex-prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), em ação de calúnia, injúria e difamação movida pelo tucano contra o candidato a presidente. O encontro ocorre na 16ª Vara Criminal do Rio de Janeiro, após meses de tentativas frustradas da Justiça do Ceará em intimar o pedetista. Ação ocorre após Ciro chamar Doria de "farsante", "engomadinho com o beiço cheio de botox" e o acusar de ter enriquecido "fazendo tráfico de influência nos governos tucanos".

Malafaia cearense
O pastor carioca Silas Malafaia, conhecido pela intensa atuação política na pauta conservadora, deve ganhar título de cidadania cearense. A proposta, apresentada pela deputada e pastora Dra. Silvana (PR), foi aprovada semana passada na Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia e segue agora ao plenário da Casa. Não assinaram o pedido da deputada Elmano de Freitas (PT) e Renato Roseno (Psol).

Primeiro os teus
O presidente da Assembleia, Zezinho Albuquerque (PDT), emplacou nome do seu tio, o comerciante Paulo Airton Albuquerque, para receber homenagem em uma obra pública de Massapê, reduto eleitoral do deputado. Paulo Airton, falecido em 2016, é pai do desembargador Paulo Airton Albuquerque Filho, primo de Zezinho, e pode nomear uma Areninha construída recentemente no município.

CARLOS MAZZA

Fonte: O Povo 
Tecnologia do Blogger.