Header Ads

Centrão oficializa apoio a Alckmin, que ainda não definiu quem será vice na chapa


Dirigentes dos partidos que compõem o Centrão oficializaram nesta quinta-feira (26), em Brasília, o apoio à candidatura de Geraldo Alckmin, do PSDB, na disputa pelo Planalto.

O grupo composto pelo DEM, PP, PR, PRB e Solidariedade já havia decidido a aliança na semana passada, mas o apoio só foi oficializado nesta semana, já que era aguardada a confirmação de quem seria o vice de Alckmin. Entre os nomes cogitados estão Aldo Rabelo, Mendonça Filho e Josué Gomes, que já negou a proposta, mas ainda tem seu nome ventilado.

Em discurso, Alckmin afirmou que o grupo se uniu em torno de sua candidatura por “convicção em um grande esforço conciliatório”. O tucano ainda citou que as parcerias são com partidos “que tem responsabilidade com o povo brasileiro e com o país”.

Ele citou a crise econômica pela qual passa o país e disse que não há “fórmula mágica” nem “salvador da pátria” para o problema, ressaltou o “esforço coletivo” e disse que o país tem pressa.
“Nós nos colocamos no lugar dos outros, daquele que está desempregado, da mãe que está preocupada com o filho de não ter oportunidade, daqueles que sofrem em hospitais, é isso que nos motiva”.

Também durante o evento, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, (DEM-RJ) anunciou por meio de carta que desistiu oficialmente de concorrer ao Planalto e confirmou que será candidato a deputado federal pelo Rio de Janeiro para se reeleger ao comando da Câmara.

Fonte: Roberto Moreira

Tecnologia do Blogger.