Header Ads

Cid Gomes avisa: Só sairá candidato ao Senado

Foto: JN Studio
Presente na missa que comemorou os 50 anos do governador Camilo Santana (PT), nesse domingo, no Santuário da Assunção, em Fortaleza, o ex-ministro Cid Gomes (PDT) descartou disputar qualquer outro cargo que não o de senador na disputa deste ano. A declaração ocorre após boatos apontarem possível candidatura do ex-ministro para a Câmara dos Deputados. A ideia seria abrir vaga do Senado na chapa da base para outros partidos aliados.

“Só há uma hipótese de eu ser candidato, seria ao Senado. Fora disso não tem nenhum fundamento, disse Cid. Sobre uma possível desistência dele de disputar vaga ao Senado, o ex-ministro preferiu não comentar. “Essas definições devem ficar só para o final de julho, nas convenções”.
Lideranças presentes no evento foram enfáticas na defesa da candidatura de Cid ao Senado. “Nós precisamos que ele (Cid) seja candidato, porque o Brasil não precisa mudar só na Presidência, mas também no Congresso”, disse Ciro Gomes (PDT).

“O PDT quer o Cid como candidato, porque ele é um dos maiores nomes da política brasileira, é um governador que marcou história aqui no Ceará, que tem grande capacidade de realização e também uma extraordinária liderança política na Capital e no Interior”, disse o prefeito Roberto Cláudio (PDT).
Questionado sobre como deve ser chapa majoritária da base, Cid defendeu que a base lance apenas um candidato ao Senado. Esta posição deixaria Eunício Oliveira “livre” para disputar a outra vaga pelo MDB.

O Povo 
Tecnologia do Blogger.