Header Ads

Jovem agredida diz que guardas fizeram carícias ainda mais obscenas do que mostra vídeo


O agente insinuou que estava armado quando foi advertido sobre as cenas constrangedoras, relata a jovem agredida

A jovem agredida por um casal de guardas municipais após discussão na Praia de Iracema, em Fortaleza, no último sábado (19), relata que o homem e a mulher fizeram atos ainda mais obscenos do que os mostrados em vídeo que circula nas redes sociais. As carícias feitas um no outro levaram banhistas a reclamar das cenas, o que gerou a discussão que terminou em pancadaria na areia.
A mulher agredida conversou com o programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT, mas pediu para não ser identificada, por medo de sua segurança. Segundo ela, o homem chegou a deitar por cima da mulher, como se estivessem fazendo sexo, na frente dos banhistas na Praia dos Crushs, como é conhecido o trecho da Praia de Iracema.
De acordo com a jovem, ao ver os atos obscenos, pediu para que eles parassem com as carícias por estarem constrangendo outras pessoas. “No começo, a gente começou a rir porque era algo constrangedor. Até que ele deitou em cima da namorada, e então agiram como se estivessem fazendo sexo. Tinha crianças ali. Eu só pedi para ele dar uma aliviada”, explica.
Segundo ela, ao receber a advertência, o guarda municipal sentou na areia e ficou encarando os outros frequentadores da praia. Momento depois, questionou o motivo de que eles não estavam se incomodando com pessoas fumando e bebendo no ambiente, relata a jovem.
“Ele levantou. Foi até um menino de uma barraca e disse: ‘Vocês não estão incomodados com pessoas que estavam bebendo e fumando. Mas vêm se incomodar comigo e com a minha namorada?’. Ele comentou outras coisas absurdas e xingou os meus amigos”, conta.

Após a advertência, a jovem diz que o guarda municipal insinuou que estava armado e, depois que se voltou contra ela, jogou areia na sua cara, momento que outro dos vídeos mostra. “Em nenhum momento quis agredi-lo e nem xinguei ele. Apenas revidei. Imagina uma pessoa dessa armada? Ele poderia ter dado um tiro em mim”, afirma.

Secretaria Municipal da Segurança Cidadã determinou a abertura de Procedimento Disciplinar Interno para apurar e adotar medidas cabíveis contra o casal de agentes da Guarda Municipal de Fortaleza. O casal foi encaminhado ao 2º Distrito Policial, no bairro Meireles, na tarde do sábado (19).

presidente do SindiGuardas (Sindicato dos Agentes Municipais de Segurança Pública do Estado do Ceará), Jamal Forte, disse que a atitude do casal de servidores que se envolveu em confusão não representa a postura da categoria.

Fonte: Tribuna do Ceará

Tecnologia do Blogger.