Header Ads

JN STUDIO

Quero me eleger com minhas ideias, diz Ciro

Para o pré-candidato do PDT à Presidência da República, Ciro Gomes, o presidente que mantiver a mesma prática dos últimos governos, ou se corromperá ou será derrubado pelo Congresso Nacional. “Quero me eleger com as minhas ideais”, disse Ciro que assegura romper com a política que desacredita o brasileiro há mais de duas décadas.

“Alertei ao Lula que essa prática não iria dar certo”, comentou o ex-governador do Ceará e ex-ministro, em entrevista ao jornalista José Luiz Datena, durante o programa “Agora é com Datena”, apresentado neste domingo (29), pela Band.

Ciro defendeu que os candidatos teriam que cumprir promessas de campanhas, além de negociar a crise econômica com estados e municípios e chamar a população para o debate na restauração das contas do governo.

O pedetista também comentou a questão da violência e disse que a impunidade seria a raiz do problema. Ciro reclamou do não esclarecimento da morte da vereadora carioca Marielle e de seu motorista. Também cobrou maior rigor nos disparos contra um dos ônibus da caravana Lula e, neste fim de semana, dos tiros contra o acampamento em Curitiba.

Ciro Gomes negou que tivesse agredido um jovem e chamou a atenção para a montagem do suposto tapa, divulgado nas redes sociais, ao apontar uma falha na sombra de sua mão.

O pré-candidato ao Palácio do Planalto também comentou da possibilidade da candidatura de Joaquim Barbosa, ex-presidente do STF. Ciro vê chance do ex-ministro do Supremo, diante do holofote do combate à corrupção, proporcionado pelo STF.

“Mas, como se diz no Ceará: quanto mais cabra, mais cabrito”, brincou.

Fonte: Blog do Eliomar de Lima
Tecnologia do Blogger.