Header Ads

Vereadores sobralenses do MDB disparam contra o cacique maior da sigla no estado, o Senador Eunicio Oliveira


Ainda repercute muito em Sobral, os pronunciamentos dos vereadores do MDB, Adauto Arruda e Zé Vytal, durante a Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Sobral desta terça-feira, 13 de março, que usaram a tribuna da Casa para detonar o presidente do Senado Federal e presidente estadual do MDB, Eunício Oliveira.

Com palavras fortes e ilações contundentes, Adauto Arruda criticou a suposta aliança política entre Eunício Oliveira e o grupo ligado à família Ferreira Gomes. Também  pediu para que os eleitores, este ano, não votassem em candidatos que estejam relacionados à Operação Lava Jato, da Polícia Federal, dizendo que espera que todos os envolvidos sejam condenados e presos [Bom lembrar que, o senador cearense é alvo de pelo menos dois inquéritos autorizados pelo STF].

Adauto Arruda também foi duro nas criticas ao seu presidente pelo fato dele ter recebido e se deixado fotografar em pelo menos dois episódios recentes ao lado do prefeito de Sobral Ivo Gomes, e por participar de vários eventos com o governador do Ceará, Camilo Santana, do PT, além de outras lideranças do PDT cearense.

Ainda na sua tribuna, o vereador sobralense criticou a não intervenção militar no Estado do Ceará, e responsabilizou o senador Eunício Oliveira, dizendo que o presidente do Senado Federal seria o responsável pela não vinda do Exército Brasileiro.

Com a ‘metralhadora’ disparando sem parar contra Eunicio, Adauto Arruda ainda afirmou também que o senador estaria se aproveitando de verbas públicas do Governo Federal para garantir a sua reeleição ao Senado. "Ele está aproveitando a boquinha pra se dá bem", enfatizou o edil.

Em meio ao calor dos ataques de Arruda à Oliveira, o vereador Zé Vytal pediu um aparte, quando todos pensavam que ele iria apaziguar os ânimos, eis que ele também atacou Eunicio e o ex-presidente Lula. Vytal disse a suposta preocupação do senador em relação ao ex-presidente, seria para o que ele chamou de "dividir a boquinha", e completou: "Pra político, pra pilantragem, é com o Lula mesmo. Só que quem achava que com o Lula iria dar certo, está enganado. O Lula vai estar na cadeia", finalizou.

Segundo informações do radialista Wellington Marques, do site Conexão Noticia, o senador Eunício Oliveira tomou conhecimento dos ataques de Adauto Arruda e Zé Vytal ainda na noite de terça-feira. Pessoas ligadas a Eunicio disseram que ele teria dito que não aceitará tais atitudes e que este tipo de comentários só atrapalham a construção de políticas públicas que possam ajudar no progresso ao Estado.

Ainda segundo Welington Marques, as falas dos dois vereadores do MDB sobralense teriam sido orquestradas pelo deputado Moses Rodrigues, que insatisfeito com a aproximação de Eunicio e os FG’s, estaria de malas prontas para ingressar no PODEMOS.

A informação, no entanto, foi negada pelo jornalista Pedro Nobre, assessores de imprensa do deputado federal, dizendo que o parlamentar não orquestrou os discursos e nem sairá do MDB. “Não passa de boatos maliciosos”, afirmou Nobre.
Fonte: Sobral em Revista

Tecnologia do Blogger.