Header Ads

Setor de calçados do Ceará é o segundo maior exportador do Brasil

O Ceará se posicionou como segundo maior estado exportador do Brasil em valores (e primeiro em pares), exportando em janeiro de 2018 US$ 25,6 milhões, valor esse 7,7% menor que o do primeiro mês de 2017. As importações exibiram um aumento de 49,7%, passando de US$ 1,5 para US$ 2,2 milhões. Tal elevação está relacionada com a aquisição de componentes para a fabricação do produto final, como é o caso de solas e partes superiores, obtidos principalmente da China.

Vale destacar que, se tais itens forem utilizados no produto final a ser exportado, a indústria fica desobrigada a pagar os diversos impostos da aquisição destes componentes, através do regime especial conhecido como drawback, tornando assim as empresas mais competitivas.

Apesar do bom desempenho no cenário externo, os calçados perderam, em 2017, o posto do principal setor exportado do Ceará para o setor metalmecânico (devido o início das atividades da Companhia Siderúrgica do Pecém - CSP). Tal fato explica a queda na participação da balança comercial cearense que já foi de 32,4% em 2016, caiu para 17,7% no ano passado e em 2018 para 14,1%.

Sob o âmbito dos produtos exportados, percebe-se que o item “Calçados de borracha ou plásticos, com parte superior em tiras ou correias” continua liderando o ranking, com US$ 12,3 milhões, e a Grendene Sobral continua na dianteira como a maior produtora.

A Argentina ocupa a posição de principal destino das exportações cearenses de calçados apesar de apresentar queda de 43,4% em relação a 2017. O Paraguai aumentou em 612,2% as compras do produto cearense.

Clique AQUI e confira o estudo completo.

Fonte: FIEC
Tecnologia do Blogger.