Header Ads

JN STUDIO

Escolas da rede estadual do Ceará vão receber câmeras ligadas à segurança pública

Imagem Ilustrativa 
As escolas da rede estadual de ensino vão receber videomonitoramento por câmeras ligadas ao sistema de segurança pública do Ceará. Atualmente, a rede estadual é composta por 716 escolas. Na Capital, são 168 unidades de ensino.


A informação foi repassada pelo governador Camilo Santana nesta segunda-feira (5), durante a abertura do ano letivo 2018 e inauguração da Escola de Nível Médio Gentil Barreira, no Bairro Conjunto Ceará.


De acordo com o governador, o sistema de videomonitoramento é de alta tecnologia e será adotado em todas as escolas para combater o crime.


“Eu tomei a decisão de levar para todos os municípios acima de 50 mil habitantes no Ceará um sistema de videomonitoramento com câmeras que fazem 360 graus de longo alcance. Esse sistema nós contratamos. Temos uma central que leva essas imagens e são monitoradas e é uma ferramenta de tecnologia uma ferramenta nova e servirá para combater o crime e diminuir a violência”


Reforço das escolas de tempo integral
Camilo afirmou também que o governo vai investir em outros setores da educação como a melhoria da aprendizagem dos alunos do Ensino Médio, como a expansão do tempo integral, ações de incentivo ao Enem e concessões de auxílio financeiro por meio do AvanCE: Programa Bolsa Universitário, por exemplo. Haverá, ainda, ampliação do parque escolar com novas unidades de ensino.


“Hoje nós estamos com 117 escolas de tempo integral profissionalizantes já em funcionamento no Ceará. Começamos a partir de 2015, a escola regular de tempo integral. No primeiro ano foram 26, ampliamos para 71 e depois mais 40 escolas neste ano. Fazendo um total de 111 escolas e, somadas as 117 escolas profissionalizantes, teremos aí 33% de toda a rede pública do estadual hoje no Ceará em tempo integral”.



A rede estadual atende 450 mil alunos, dos quais mais de 110 mil são de Fortaleza.
Fonte: G1-CE 
Tecnologia do Blogger.