Header Ads

JN STUDIO

"Não vão conseguir me calar!", diz cearense após ser ameaçada de morte por apoiadores de Bolsonaro

Adelita Monteiro é militante do Psol e fez vídeo com críticas ao pré-candidato a presidente Jair Bolsonaro
Adelita Monteiro, militante do Partido Socialismo e Liberdade (Psol) e youtuber, recebeu ameaças contra sua vida nos comentários de vídeo publicado em sua conta na semana passada sobre o patrimônio do deputado federal e presidenciável Jair Bolsonaro (PSC-RJ). Como tinha anunciado, a cearense publicou nesse domingo, 15, resposta aos ataques.
Ela revela duas ameaças sofridas por conta de suas declarações sobre o político:“Onde mora essa baixinha e gorda? Eu queria fazer uma visita pra ela, alguém sabe?”, questionou um. “Guria desaparece se não vais aparecer com a boca cheia de formiga”, intimida outro. Adelita respondeu afirmando que não será intimidada. “Vocês não vão conseguir me calar!”, frisa.
O vídeo já soma mais de 3.500 reações, pouco mais de 3.000 compartilhamentos e 1.600 comentários. No início, a cearense pontua que faz vídeos falando sobre a atual conjuntura política do Brasil e Bolsonaro acabou virando pauta por conta das recentes polêmicas. “Falar sobre Bolsonaro nas redes sociais? Todo mundo sabe no que dá. Mas eu não ia ficar calada por medo da reação dos apoiadores do presidenciável. (...) Como você pode imaginar, a reação foi imediata”, comentou.
Em tom bem humorado, ela responde a alguns comentários preconceituosos sobre o seu papel como mulher, seu sotaque, seu peso, suas ocupações de vida e suas origem nordestina. Adelita diz estar preparando uma “surpresa” para os apoiadores de Bolsonaro. “Vou responder todo esse ódio mandado para mim com muita criatividade e humor. Segunda-feira tem presentinho especial para os queridos seguidores do Bolsonaro”, garante. Ela finaliza o vídeo agradecendo aos seus fãs e falando sobre o combate à intolerância.

Fonte: O Povo
Tecnologia do Blogger.