Header Ads

Complexo turístico Olho D'Água do Pajé está abandonado

Foto: Marcelino Junior 
Há quem diga que a água possua propriedades medicinais, o que ainda não foi comprovado por nenhum estudo.

Sobral. Localizado a cerca de 50Km da sede deste Município da Zona Norte, no distrito de Taperuaba, o Olho d'água do Pajé já foi considerado um dos pontos de visitação mais procurados de Sobral por aqueles que apreciam passeios ecológicos e o contato direto com a natureza, aqui representada pela paisagem resistente do Semiárido.
Cercado por pedras centenárias e pela vegetação característica da região, como o mandacaru, por exemplo, o local sempre atraiu pessoas, o ano inteiro, que buscavam se beneficiar de duas fontes de água que nunca secaram, ao longo dos anos, de acordo com os moradores da região.

A fonte ainda mantém temperaturas bem distintas para a água que brota da terra, sendo uma morna e outra mais fria; mas que não tem sido aproveitada.

Propriedades
Há quem diga que esta riqueza de águas termais, deixada pela natureza, possua propriedades medicinais, o que ainda não foi comprovado por nenhum estudo científico, que ateste suas características e poder curativo. Ela brota ininterruptamente da superfície, onde foi construída uma estrutura de pedra em forma de casa sobre dois dos três tanques por onde escoa com temperatura alternada. O tanque maior servia de piscina natural para alegria dos grupos que costumavam visitar o local.

"A piscina que recebe a água que sai das fontes, hoje, não serve nem para matar a sede", lamenta Francisco Alves Carneiro, morador do município de forquilha, que costumava visitar o local.

"Dá pena ver uma estrutura dessas abandonada, sem utilidade". As trilhas, que se abrem por entre os arbustos, e percorrem o espaço, próximo aos tanques, levam a
uma estrutura de alvenaria que chama atenção. No meio do Semiárido, entre rochas e mandacarus, se ergue um complexo turístico, formado por sete chalés, equipados com cozinha e banheiro; restaurante, área para festas, uma cocheira para animais de passeio; além de uma piscina para adultos e duas para crianças. No complexo, que sofre a inevitável ação do tempo, não há serviço de vigilância.

Por falta de lâmpadas nos postes, à noite, tudo fica em completa escuridão. Os portões de ferro dos chalés estão enferrujados; ao redor, o mato avança próximo às casas que pertencem à chamada estância termo-hídrica- mineral, que nunca chegou a funcionar, assim como as piscinas, já depredadas.

Revitalização
"Este projeto esteve, por muito tempo, paralisado, mas desde o fim do ano passado, diversas reuniões têm sido realizadas, com o intuito de criar mecanismos para a revitalização daquele complexo, que deverá ser transformado, ainda neste ano, num local de visitação pública, já considerado como Patrimônio Natural de Sobral", afirma
Francisco Ávila, assessor de Educação Ambiental da Agência Municipal do Meio Ambiente (AMMA), órgão responsável pelo espaço.

Bruno Ary, diretor de Parques, Jardins e Unidades de Conservação do Município, já divulga a criação de um Centro de Visitantes, com mapa interativo, interligando o Olho d'água do Pajé a outros atrativos naturais da região de Taperuaba, como o Refúgio de Vida Silvestre Pedra da Andorinha.


Parceria
Ainda neste ano, importantes mudanças devem ocorrer. "Nesse momento, não há atividade realizada naquela área, mas o projeto, que prevê uma parceria público-privada para administrar os chalés, também planeja o início dos trabalhos de revitalização, ainda nos primeiros meses deste ano", adianta Bruno Ary.

Enquete
O que você acha da situação atual?
"Quando começaram a construir, pensamos que serviria para atrair pessoas e criar emprego, mas nada disso aconteceu. A piscina foi construída e não passou disso. O restante da obra está parado há muitos anos"  Anderson Rodrigues Paiva Agricultor

"Eu fico muito triste por essa situação. Essa fonte é um benefício, não só para os moradores, mas também àqueles que passam por aqui. Os chalés nunca funcionaram de verdade. O dinheiro investido está se acabando"
Francisco Gomes de Sousa
Aposentado

Fonte: Diário do Nordeste 
Tecnologia do Blogger.