Header Ads

JN STUDIO

Polícia desarticula quadrilha que comandava tráfico de drogas e prende 11 pessoas em Fortaleza

Foram apreendidos um fuzil, drogas e um drone. Mais de 200 quilos de drogas foram apreendidos com o grupo durante a operação 'Occasus'.

Uma operação da Polícia Civil resultou nas prisões de onze pessoas suspeitas de integrarem um grupo criminoso envolvido com tráfico de drogas em cidades do Ceará e de outros estados. Foram apreendidos um fuzil, drogas e um veículo aéreo não tripulado (drone). As prisões ocorreram na sexta-feira (29), mas o resultado da ação só foi divulgado nesta terça-feira (3).
Conforme a delegada Patrícia Bezerra, titular da Divisão de Combate ao Tráfico de Drogas (DCTD), que comandou a operação 'Occasus', 20 pessoas que faziam parte dessa quadrilha já foram presas em dois anos de investigação. Mais de 200 quilos de drogas foram apreendidos com o grupo.
Dentre os presos na sexta-feira, está o líder da quadrilha, conhecido com "Papai". Ele era investigado pela DCTD por ser o suspeito de comandar o tráfico de drogas na comunidade do Pôr do Sol, no Bairro Coaçu, e também por ser um dos homens que chefiava um grupo criminoso nacional.
O homem já havia sido preso em 2008, em uma operação da Polícia Federal. O criminoso também responde a diversos inquéritos policiais por tráfico de drogas.
A delegada Patrícia Bezerra comentou que o foco das apurações policiais iniciaram em 2015, nas comunidades do Pôr do Sol e do Parque Santa Rosa. Nas primeiras etapas, a “Occasus” resultou nas prisões de oito pessoas, que auxiliaram a polícia a chegar aos líderes da quadrilha.
No decorrer da operação, a Polícia Civil apreendeu 209,2 quilos de drogas (maconha, crack e cocaína); nove automóveis, cinco armas de fogo, entre elas, um fuzil e nove munições. Foram encontrados também vários materiais que eram utilizados para a preparação de drogas; relógios avaliados em R$ 200 mil, e um drone de R$ 10 mil.
Outros bens e contas bancárias pertencentes aos presos, foram bloqueadas. Todo o grupo foi conduzido para a sede da DCTD, onde foram autuados e seguem presos.

Fonte: G1
Tecnologia do Blogger.