Header Ads

JN STUDIO

Educação de Sobral é tema de Audiência Pública na Câmara dos Deputados com presença dos ex-prefeitos Leônidas Cristino e Veveu Arruda

O deputado federal Leônidas Cristino participou nesta quarta-feira (30/8) de Audiência Pública da Comissão de Educação e da Frente Parlamentar Mista da Educação, que tratou do modelo educacional de Sobral, relatado pelo ex-prefeito Veveu Arruda. O evento, que integra o ciclo de palestras “Educação em Debate”, foi proposto pelo deputado Alex Canziani (PTB-PR), presidente da Frente Parlamentar Mista da Educação e teve a participação, também, do ex-deputado cearense Mauro Benevides.

Veveu Arruda atribuiu o sucesso de Sobral a uma articulação política que elegeu prefeito Cid Gomes em 1997 e definiu como prioridade na educação o fortalecimento da gestão escolar com foco na alfabetização na idade certa. O município saltou da 55ª posição com 4.0 no ranking do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) do Brasil para o primeiro lugar com 8.4 nas primeiras séries do ensino fundamental.

Sobral conta com a melhor escola (IDEB 9.8). São do município 22 das melhores 100 escolas do país, incluídas entre 77 do Ceará. Veveu Arruda informou que Sobral mudou o currículo de matemática, português e ciências e se prepara para receber a avaliação do Programa Internacional de Avaliação de Estudantes (Pisa) do desempenho em leitura, matemática e ciências de estudantes de 15 e 16.

O deputado federal Leônidas Cristino, que assumiu a Prefeitura em 2005, lembrou que antes de Cid Gomes a educação em Sobral era tida como problema sem solução, com distorção de 98% na idade-série. De início, foi recuperada a estrutura física das escolas, contratados professores, capacitação e melhorados os salários. Não houve resultado no aprendizado dos alunos, o essencial. Foi quando, em 2001, uma avaliação externa externa mostrou o problema da alfabetização.

“Os resultados na educação em Sobral se distribuem de maneira uniforme nas escolas dos distritos, periferia urbana e centro da cidade”, disse Leônidas Cristino. O deputado lembra que procurou fazer melhor do que seu antecessor, na educação, e recomentou a seu sucessor, Veveu Arruda, que também fizesse o melhor.

Tornar a educação em Sobral referência nacional, afirma Leônidas Cristino, não caiu do céu, foi um trabalho permanente. Segundo ele, duas a três horas por semana eram dedicadas à secretaria de Educação, além das vistorias a escolas que começavam pelo banheiro e cozinha, sala de aula e por último o diretor. O deputado atribui o sucesso ao envolvimento da família dos alunos e da comunidade.
Fonte: Sobral em Revista 
Tecnologia do Blogger.