Header Ads

JN STUDIO

Chacina em festa de aniversário deixa quatro adultos e uma criança mortos em Horizonte

 No ataque, duas pessoas ficaram feridas. Essa foi a 2ª chacina na Região Metropolitana em menos de duas semanas
Menos de 15 dias depois de chacina em Aquiraz, a noite da última segunda-feira (12) registrou mais cinco pessoas assassinadas de uma vez – sendo uma delas uma criança -, na Rua Baturité, no Bairro Mangueiral, em Horizonte, na Região Metropolitana de Fortaleza.

Segundo informações da Polícia, pelo menos três homens chegaram em um veículo branco e atiraram no grupo que estava dentro do bar comemorando um aniversário.

Herton Ricardo da Silva Menezes e Bruna Viana (mãe da criança) morreram no local. Rafaela Alves Silveira e a criança não identificada ficaram feridas, mas não resistiram e morreram na Unidade de Pronto Atendimento (UPA).
O proprietário do estabelecimento, Marcilândio Cavalcante de Sousa, morreu no Instituto Doutor José Frota (IJF), em Fortaleza.

Duas pessoas conseguiram sobreviver. Rosângela Roque está internada no IJF e outra pessoa ainda não identificada já recebeu alta do hospital.
Publicidade 



A motivação do crime ainda não foi revelada pela Polícia, porém uma possível briga por território entre facções está sendo investigada pela Polícia, de acordo com informações do delegado da área.

Chacina em Aquiraz

No último dia 3 de junho, uma chacina foi registrada no município de Aquiraz. Cerca de dez homens encapuzados derrubaram o portão da casa com dois veículos e executaram seis pessoas com tiros de pistola, deixando pelo menos três feridos. A casa, localizada na Rua Búzios, havia sido alugada por três dias.

Segundo a Divisão de Homicídios da Polícia Civil, a festa marcava a comemoração pela libertação de um integrante de facção criminosa. A Polícia Civil investiga a autoria do crime.

Polícia impede nova chacina

A Polícia conseguiu impedir uma possível nova chacina, no último dia 8, na região da Tapera, em Aquiraz. Em coletiva na Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), três pessoas presas foram apresentadas – uma mulher e dois homens – , além de três armas de grosso calibre usadas em guerras, munições e quatro veículos apreendidos.

A quadrilha era formada por cerca de 15 homens que tinham por objetivo matar um traficante do Lagamar e sua família que estavam no sítio em Aquiraz. A polícia não descarta a possibilidade de ser a mesma quadrilha que duas semanas antes cometeu um triplo homicídio no município.


Fonte: Tribuna do Ceará 
Tecnologia do Blogger.