Header Ads

JN STUDIO

Barraca Crocobeach afasta funcionários envolvidos na agressão a vendedor de picolé

A página do Facebook da Barraca Crocobeach recebe, desde o ocorrido, uma enxurrada de comentários repudiando a ação violenta contra o vendedor ambulante Após a repercussão do vídeo que mostra um vendedor ambulante de picolé sendo agredido por seguranças da Barraca Crocobeach, a empresa emitiu uma nota de esclarecimento, em que informa o afastamento dos funcionários envolvidos na ação violenta, que aconteceu neste final de semana, na Praia do Futuro. A postagem foi realizada na tarde desta segunda-feira (24).

“Visando alcançar justiça e uma solução satisfatória à sociedade, a Crocobeach afastou todos os colaboradores alcançados pela filmagem do dia 22/04/2017”, informa a nota publicada na página oficial do Facebook da empresa.

Além disso, a nota ainda esclarece que estão à disposição da justiça para colaborar com as investigações. “Passada a surpresa do ocorrido e tendo a Crocobeach tomado conhecimento da situação, estamos trabalhando junto às autoridades competentes para responsabilização dos envolvidos”.

Fátima Queiroz, a representante da Associação de Barracas da Praia do Futuro, assegura que esse é um caso isolado e que não se deve generalizar, pois os donos e funcionários das barracas de praia têm um bom relacionamento com os vendedores ambulantes. Ainda afirma que tem certeza de que o ato do segurança de agredir o vendedor de picolé, como mostra a filmagem, não é uma orientação da empresa.
“Cerca de 2 mil ambulantes passam pela Praia do Futuro por semana. Esses ambulantes têm um bom relacionamento com as barracas, diria até que é uma relação de parceria, pois as barracas dão suporte aos vendedores, permitem que eles circulem livremente, utilizem os banheiros e os chuveiros. Esse caso de violência e brutalidade não representa como é esse relacionamento”, enfatiza Fátima.

Na nota emitida pela Barraca Crocobeach, é reafirmado que ações violentas não são uma orientação da empresa. “A Crocobeach pauta seu trabalho no respeito e na dignidade das pessoas, portanto não faz parte da nossa orientação e filosofia atos como o presenciado no último final de semana”.

Manifestação

Além dos comentários no Facebook da Crocobeach, os frequentadores da Praia do Futuro organizam um protesto para repudiar a ação violenta do segurança da barraca.

Marcada para o próximo domingo (30), às 9h, o Farofada Beach, nome do evento, pretende fazer um protesto pacífico em frente à barraca onde houve o episódio. “Venha de biquíni, traga o protetor solar, mas principalmente, tire da gaveta sua indignação e sua solidariedade. Traga uma bela bacia de farofa, piabinha frita, kisuco e sinta o inconfundível gosto da justiça”, diz a descrição do evento criado nas redes sociais.

Fátima Queiroz espera que a manifestação seja pacífica e que possa ajudar no momento de tensão. “Espero que sirva para melhorar os ânimos dos envolvidos e que soe como um ato de justiça e solidariedade”, declara a representante da Associação das Barracas da Praia do Futuro.

O advogado da Crocobeach foi procurado para se pronunciar em nome da barraca, mas até a publicação desta matéria, não atendeu os telefonemas.

Fonte: Tribuna do Ceará 
Tecnologia do Blogger.