Header Ads

JN STUDIO

Eunício pede queda de juros para estimular investimentos. BNB tem R$ 22 bilhões

O presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), pediu em plenário sensibilidade do Conselho Monetário Nacional para que se reduza a taxa de juros praticada nos financiamentos realizados com o Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE).
De acordo com o senador, são mais de R$ 22 bilhões de reais disponíveis para financiamento, geridos pelo Banco do Nordeste, mas que não estão sendo empregados em razão de uma taxa abusiva, maior inclusive, do que a praticada pelo BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento).
Eunício informou que até mesmo os dirigentes do Banco do Nordeste defendem essa redução. “O banco não tem condições de conceder esse financiamento por causa dessa alta taxa de juros. Há anuência completa da diretoria do Banco do Nordeste de que as taxas hoje estabelecidas, superiores às do BNDES, precisam ser reduzidas para alavancar os investimentos, a abertura de novos negócios, a geração de emprego e renda”, defendeu.
Eunício fez referência a reunião do Conselho Monetário Nacional que acontecerá nesta quinta-feira, para decidir, entre outras questões, a manutenção ou não da atual política de juros desse fundo.

Atualmente para adquirir um financiamento através do FNE é cobrada uma taxa de juros acima de 9%, o que tem gerado reclamações desde o grande empresário aos pequenos e médios empreendedores. O presidente do Senado lembrou que já esteve com o presidente da República, Michel Temer e com o ministro da Fazenda, Henrique Meireles para tratar do assunto. “Eu espero que esse governo, que busca acertar na luta para incremento na geração de emprego e renda, tenha a sensibilidade de deliberar sobre essa questão”, pediu Eunício.
Fonte: Ceará Agora 
Tecnologia do Blogger.