Header Ads

JN STUDIO

Ministro do STF afasta Renan Calheiros da presidência do Senado

Ministro atendeu ao pedido liminar da Rede Sustentabilidade, que defende que Calheiros não pode ocupar a linha sucessória do Planalto enquanto réu no STF São Paulo — O Ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), decidiu afastar Renan Calheiros (PMDB) da presidência do Senado nesta segunda-feira (5). O ministro atendeu a um pedido liminar feito pela Rede Sustentabilidade na manhã de hoje.


O pedido de afastamento foi feito pelo partido após a decisão proferida pela Corte na semana passada, que tornou Renan réu pelo crime de peculato. O partido defendeu que o parlamentar não pode ocupar a linha sucessória da Presidência da República enquanto é julgado.


De acordo com a legenda, a liminar era urgente porque o recesso no Supremo começa no dia 19 de dezembro, e Renan deixará a presidência no dia 1º de fevereiro do ano que vem, quando a Corte retorna ao trabalho.São Paulo — O Ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), decidiu afastar Renan Calheiros (PMDB) da presidência do Senado nesta segunda-feira (5). O ministro atendeu a um pedido liminar feito pela Rede Sustentabilidade na manhã de hoje.


O pedido de afastamento foi feito pelo partido após a decisão proferida pela Corte na semana passada, que tornou Renan réu pelo crime de peculato. O partido defendeu que o parlamentar não pode ocupar a linha sucessória da Presidência da República enquanto é julgado.


De acordo com a legenda, a liminar era urgente porque o recesso no Supremo começa no dia 19 de dezembro, e Renan deixará a presidência no dia 1º de fevereiro do ano que vem, quando a Corte retorna ao trabalho.

Fonte: Exame 
Tecnologia do Blogger.