Header Ads

JN STUDIO

Gastos da Assembleia Legislativa em 2016 pagam construção de 3 grandes hospitais

A Assembleia Legislativa do Ceará tem 5.102 servidores na ativa, o equivalente à população da cidade Guaramiranga. O custo total da Casa com pessoal em 2016 foi orçado em R$ 244 milhões. Até novembro, já foram gastos R$ 217 milhões.
A Câmara Municipal de Fortaleza, com seus 43 vereadores, consumiu R$ 140 milhões em 2015, com todas as despesas e não apenas com a folha de pagamento de ativos e aposentados.
Para ter a exata noção do que representam os R$ 244 milhões que a Assembleia vai gastar este ano com pessoal, a equipe do programa Jornal Jangadeiro, da TV Jangadeiro/SBT, fez uma rápida conta. Esse valor daria para construir quase três hospitais de grande porte, como o Hospital Regional do Sertão Central, em Quixeramobim.
Apesar da exorbitância dos valores, tem deputado que diz desconhecer os gastos. O parlamentar Ely Aguiar (PSDC) é um exemplo. “Eu não tenho acesso a esses números, porque isso é a nível de mesa diretora. E eu até me surpreendo. Há necessidade de se fazer uma análise com mais profundidade e constatar a veracidade dos fatos”, pontua.
O Poder Legislativo é um dos mais importantes na democracia. Seus representantes são escolhidos diretamente pelo povo com a missão de fazer leis e fiscalizar o Poder Executivo. Apesar do papel relevante, a Assembleia tem vivido momentos conturbados e dado mau exemplo quando o assunto é transparência.
Na quarta-feira (7), a TV Jangadeiro exibiu matéria mostrando que somente numa comissão criada pelo presidente da Casa, deputado Zezinho Albuquerque (PDT), existem 97 pessoas trabalhando na Campanha Ceará Sem Drogas.

Fonte: Tribuna do Ceará
Tecnologia do Blogger.