Header Ads

JN STUDIO

O Shaolin do Sertão atinge meio milhão de espectadores e supera público de Cine Holliúdy

Em virtude do sucesso, o diretor Halder Gomes adianta que os investidores já garantiram a continuação da saga
Há pouco mais de um mês nos cinemas, o filme “O Shaolin do Sertão” chega aos 500 mil de espectadores. Os números expressivos já garantiram a sequência da saga, como revelou o diretor cearense Halder Gomes. “Diante do cenário atual, e com o pequeno número de salas que abrimos (167), é um sucesso incrível! Ao ponto de ter a sequência assegurada pelos mesmos investidores”, comemora Halder.

Em relação a Cine Holliúdy, seu primeira grande sucesso de bilheteria, o filme já bateu alguns recordes. Foram 22 dias consecutivos com a melhor média de renda e público do país (deverá ser a melhor do ano, tudo indica). “No feriado de outubro, o filme bateu a marca de mais de 60% da bilheteria de todos os 19 filmes em cartas no dia”.

Além disso, vendeu mais ingressos no estado em único dia: 22 mil bilhetes. “Já são mais de 200 mil ingressos só aqui. Pode passar o Cine Holliúdy e ser o mais visto em todos os tempos no estado”, ressalta o diretor.

A saga de Francisgleidson alcançou em todo o país 487 mil pessoas. “O Shaolin do Sertão” já atingiu esse número, e ainda está em exibição pelo país. A expectativa do diretor Halder Gomes é chegar aos 600 mil.
Na quinta semana de exibição nacional e sexta no Ceará, o filme ainda está 117 salas. Para Halder Gomes, isso é uma grande vitória do filme, pois ele está concorrendo com a exibição feita de forma ilegal. “Esse número representa que a queda do filme foi pequena, apesar da pirataria desenfreada na web e nas ruas”, comenta.

Nas primeiras semanas em que o filme estava no cinema, ele ficou em primeiro lugar nas 20 salas de cinema cearenses e ocupou o sétimo lugar no ranking de público do país. O longa metragem cearense venceu, no Estado, o líder nacional do ranking, “Inferno”, que trouxe Tom Hanks como protagonista. Foram 55 mil espectadores aos cinemas. O número corresponde a 50% do público do Estado que assistiu a longas metragens no período.

O filme

Ambientado em Quixadá nos anos 1980, o longa metragem conta a história de Aluízio Li (Edmilson Filho), um aficionado por artes marciais que vive com a cabeça no mundo das lutas de tanto sonhar e assistir a filmes chineses.

Motivo de chacotas em sua cidade natal, Aluízio Li terá uma grande desafio pela frente quando o lutador aposentado de vale-tudo Toni Tora Pleura (Fábio Goulart) anuncia um “tour” de desafios aos valentões de várias cidades do interior do Ceará, incluindo Quixadá. Dirigido pelo cineasta Halder Gomes, o mesmo de Cine Holliúdy, O Shaolin do Sertão traz frescor e originalidade pra repetir o sucesso através da comédia de ação e aventura em pleno sertão cearense.

Fonte: Tribuna do Ceará 

Tecnologia do Blogger.