Header Ads

JN STUDIO

Corpo do delegado assassinado em tentativa de assalto é velado no CE

Aldizio Ferreira Santiago estava acompanhado do filho e da nora.
Enterro ocorre no cemitério Parque da Paz.


O corpo do delegado Aldizio Ferreira Santiago, morto em uma tentativa de assalto no Bairro Maraponga nesta terça-feira (15), é velado nesta quarta-feira (16) em Fortaleza. Familiares, amigos e colegas de trabalho estiveram presentes. O velório ocorre desde a noite da terça-feira na funerária Ethernus. O sepultamento, nesta manhã, será no cemitério Parque da Paz.


Um dos três filhos de Aldizio, o advogado Tiago Andrade lamentou a perda trágica do pai e disse que "a Justiça não vai trazê-lo de volta". Ele, que é o filho do meio, contou que não quis assistir ao vídeo que registrou o momento do homicídio. Tiago lamentou também pelo irmão mais velho, que estava com o pai na hora do crime. "Ele é médico, salva vidas, e não pôde fazer nada". Aldizio morreu no local.


O presidente da Associação dos Delegados de Polícia do Ceará (Adepol), Milton Castelo Filho, esteve no velório e se solidarizou com a família. O delegado informou que a associação está acompanhando investigação.
A Polícia Civil, por meio da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), divulgou que investiga o assassinato do delegado Aldizio Ferreira Santiago. Câmeras de segurança instaladas na Rua Noruega, onde ocorreu o crime, registraram o momento do homicídio e devem auxiliar na investigação da polícia.


Conforme a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), o delegado estava de folga, retornando da igreja acompanhado do filho e da nora. Nas imagens, é possível ver o momento em que as vítimas são abordadas por um casal de criminosos em uma motocicleta. O delegado e o filho dele reagem e derrubam os suspeitos da moto. A mulher segura o filho da vítima. O delegado percebe e tenta ajudar, mas é surpreendido pelo outro criminoso, que dispara e atinge o agente no rosto, que já cai morto.
Os criminosos ainda atiram novamente no filho do policial, que consegue escapar. Após o crime, o casal deixa a moto no local e sai correndo. Eles ainda roubam outra motocicleta em uma rua do bairro e conseguem fugir.
A Secretaria de Segurança informou que a motocicleta roubada foi localizada no Bairro Barroso. Até o momento, ninguém foi preso.
Família abalada
A irmã do delegado, Maria Lindalva Santiago, lamentou o ocorrido e disse que a família está abalada. Lindalva contou que o irmão era um exemplo para todos os familiares.
"Não queria acreditar, mesmo vendo o corpo. Achava que era impossível acontecer isso. Ele era uma pessoa de bem, como policial, como pai, como filho. É inacreditável. Ele era uma pessoa exemplar", disse Lindalva, emocionada.

Fonte: G1-CE 
Tecnologia do Blogger.