Header Ads

Confusão em UPA teria iniciado com a agressão a funcionária, aponta SSPDS

A Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Jangurussu viveu momentos de violência, na última quarta-feira (28). No vídeo que teve grande repercussão nas redes sociais, três policiais aparecem envolvidos em uma confusão com um rapaz, que fica imobilizado por alguns segundos.
Nas imagens, várias pessoas pedem para que o policial acabe com ato. Cerca de 20 pessoas estão no local no momento da confusão e também pedem que chegue ao fim a ação policial. Um segurança do local ainda tenta impedir que a câmera flagre o que está ocorrendo.
Em nota, a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) do Ceará informou que Jonatas Mourão Cavalcante (24) e João Mourão da Silva Cavalcante (28), homens que estavam na UPA, foram autuados em Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) por desobediência e desacato.
Ainda de acordo com o órgão, tudo teve início quando, um dos homens tentou agredir uma funcionária da UPA.
“A Polícia Militar foi acionada e o infrator começou a desacatar os agentes de segurança com palavras de baixo calão. No momento que foi dada voz de prisão ao indivíduo, o segundo envolvido agrediu um dos policiais com um chute no rosto. Ambos foram imobilizados e conduzidos para a unidade policial, onde as medidas cabíveis foram tomadas”, finalizou a nota.


Fonte: Tribuna do Ceará
Tecnologia do Blogger.