Header Ads

JN STUDIO

Mesmo com atuação do La Niña, Ceará deve ter pouca chuva em 2017

Apesar de haver a possibilidade de atuação do fenômeno La Niña ocorrer em setembro, outubro e novembro deste ano, meteorologistas da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) estão cautelosos em relação a previsão de chuvas para o próximo ano. De acordo com os estudos, mesmo que o fenômeno ocorra, ele não deve se prolongar. O La Niña é o principal aliado para registros de chuvas no Ceará.
Em entrevista ao Tribuna Bandnews Primeira Edição, o meteorologista da Funceme Davi Ferran explicou que a previsão é de que, a partir de maio de 2017, o fenômeno já tenha deixado a região Nordeste. Com isso, diminui a chance de uma quadra chuvosa acima da média.
No entanto, somente em janeiro, será possível gerar um prognóstico mais definitivo. Ainda de acordo com a Funceme, condições de neutralidade como essa ocorrem desde 1950. Desses, no Ceará, houve seca em 12 anos.

Fonte: Tribuna do Ceará
Tecnologia do Blogger.