Header Ads

JN STUDIO

Ceará registra dobro do número de incêndios de janeiro a julho

Até julho deste ano, o Corpo de Bombeiros registrou 1.126 incêndios no Ceará. O número, conforme a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), é mais que o dobro das ocorrências atendidas no mesmo período em 2015, quando foram contabilizados 533 casos. Nos próximos meses, segundo os Bombeiros, o número de casos deve aumentar. O segundo semestre, conhecido pela temporada de ventos fortes, também é marcado pela falta de chuvas, que altera as características do solo e da vegetação, tornando-os mais propensos aos incêndios. O número de incêndios cresce tanto nas cidades, como nas zonas rurais dos 184 municípios cearenses
Segundo levantamento da SSPDS, em todo o ano passado, foram registradas 3.385 ocorrências. Parte dos casos são originados em queimadas ilegais feitas pela população, em “limpeza” de terrenos, troca de roçado, queima de lixo e entre outros.
Crime
Causar incêndio em vegetação configura crime ambiental sujeito à prisão e multa. Além da destruição da fauna, da flora e de edificações, incêndios causam empobrecimento do solo e aumento da poluição atmosférica.
Denúncias
Ao perceber um incêndio florestal, o primeiro procedimento a ser feito é acionar o Corpo de Bombeiros pelo telefone 193, conforme recomendação do órgão. Denúncia sobre queimada, pode ser registrada também pelo telefone 190, que acionará o Batalhão de Policiamento do Meio Ambiente ou demais órgãos de proteção ambiental.


Fonte: G1 Ceará
Tecnologia do Blogger.