Header Ads

JN STUDIO

Caminhão do Exército com três toneladas de maconha é flagrado em Campinas

A polícia prendeu cinco pessoas, dos quais três eram militares, que serão expulsos
Na madrugada deste domingo, 28, a Polícia Civil de São Paulo apreendeu um caminhão do Exército na rodovia Anhanguera, em Campinas, que carregava cerca de três toneladas de maconha. Após três meses de investigação, a polícia encontrou uma empresa desativada que era utilizada como estacionamento, na qual um carregamento estaria sendo esperado. Homens que estavam dentro do local desconfiaram da movimentação e tentaram fugir, alguns deles no caminhão, mas foram parados por policiais que estavam de campana.


A investigação era organizada por uma equipe da 5ª Delegacia da Divisão de Investigações sobre Entorpecentes (Dise), do Departamento Estadual de Prevenção e Repressão ao Narcotráfico (Denarc). Houve troca de tiros e, posteriormente, dois cabos que estavam no caminhão foram presos em flagrante. Os militares confirmaram a presença da droga no veículo. Em nota oficial, o Exército Brasileiro identificou os cabos como Higor Abdala Costa Attene e Maykon Coutinho Coelho, lotados no 20º Regimento de Cavalaria Blindado (20º RCB).


Outro militar fugiu, ferido. Ele foi localizado e detido no hospital de Limeira. A ação ocorreu por volta da 1h40min da madrugada deste domingo. “Diante da gravidade do fato, que desonra a Instituição e atinge a nossa sociedade, os militares encontram-se presos e serão expulsos do Exército”, declarou ainda a nota.


Um Inquérito Policial Militar será aberto para apuração dos fatos e responsabilidades, além de investigação para descoberta da origem do veículo. Dois outros homens tentaram fugir em um veículo Fiorino, de acordo a nota do Denarc. Eles estariam indo ao prédio para buscar maconha. Foram apreendidos ainda “uma pistola de calibre 380, com numeração suprimida, utilizada pelos cabos e mais uma van, abandonada por outros criminosos que escaparam”.





Fonte: POVO Online
Tecnologia do Blogger.