Header Ads

JN STUDIO

Ceará tem maior potencial de eficiência de ventos do Brasil

Os ventos do Ceará trazem um potencial energético. O estado descobriu essa vocação no final da década de 1990 e tornou-se pioneiro no estímulo à geração de energia eólica no Brasil. Com a implantação dos primeiros parques comerciais, foi líder em capacidade instalada e em produção desse tipo de energia.
O potencial de eficiência do vento para geração de energia no Ceará supera a média mundial e a do próprio país. O estado possui média de 43,4%, enquanto o Brasil, de 35,2%, e o mundo, de 28%. Por ser eficiente, limpa e renovável, a energia eólica tem sido uma fonte alternativa importante na elaboração de novos cenários energéticos no Ceará e no Brasil.
“Atualmente vários estados brasileiros vêm investindo na complementação e transformação de seus parques energéticos com a introdução de fontes alternativas de energia, sendo que as questões ambientais alavancaram em muito estes investimentos, principalmente devido aos impactos causados pelas formas tradicionais de geração de energia. O Ceará também vem participando neste cenário com mais destaque no atual governo”, afirma o secretário adjunto de Energia, Mineração e Telecomunicações da Seinfra, Renato Rolim.
Hoje a energia eólica é a segunda principal fonte energética do Ceará, com capacidade de geração de 1.323 MW. São 48 parques eólicos em funcionamento e 25 em construção. Os empreendimentos estão localizados no litoral e na região serrana. No Brasil, o estado está entre os cinco principais geradores de energia a partir do vento.
Mas o Ceará entra na liderança quando o assunto é a microgeração distribuída, que é a geração elétrica realizada pelo próprio consumidor a partir de fontes renováveis ou de alta eficiência energética. Ao todo, são 20 unidades ou centrais geradoras eólicas com potência instalada de 53,1 KW (quilowatts), o que corresponde a 26,2% da potência instalada de geração distribuída no Brasil.

No Brasil

Segundo a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), o Brasil conta com 368 parques geradores. A operação das usinas totaliza 9.040.023 kW instalados, equivalente a 6,23% da matriz energética brasileira. A geração eólica no Ceará corresponde a 14,64% da geração de energia a partir do vento em todo o território nacional.


Fonte: Tribuna do Ceará
Tecnologia do Blogger.