Header Ads

JN STUDIO

Câmara de Sobral dá primeiro passo para aumentar salário dos vereadores. Hoje é a segunda votação.


Numa Sessão bastante acalorada, a Câmara Municipal de Sobral definiu o novo salário dos Vereadores que serão eleitos na disputa eleitoral de outubro próximo. O Projeto de Lei de autoria da Mesa Diretora definiu como proposta de salário, 50% do que ganha um Deputado Estadual e fixou na proposta, o valor de R$ 12.661,00 mensais.

A proposta recebeu uma Emenda do vereador Gilmar Bastos (PSB), que pediu a redução salarial dos Vereadores da próxima Legislatura no valor de R$ 2.743,65. Gilmar justifica sua Emenda, como sendo um valor justo,  que seria uma equiparação salarial ao que ganha um professor a nível municipal. A Emenda foi desaprovada.

O Projeto de Lei de fixação do novo salário da próxima legislatura foi aprovado por 11 votos (Hermenegildo, Gege Romão, Adauto Arruda, Fredim, Cláudio Gil, Silvio Ávila, Itamar Ribeiro, Kaka Linhares, Gaudencio, Tiago Ramos e Dr. Wellington), tendo 2 votos contrários (Gilmar Bastos e Ismerino Mendes) e 3 abstenções (Christianne, Emídio e Paulo Vasconcelos).

O autor do projeto, presidente Zezão Ibiapina não votou. Estiveram ausentes os vereadores Carlos do Calisto, Júnior Balreira, Rogério Arruda e Fransquinha do Torto.

DETALHE
Nesta terça-feira, 31 de maio, a partir das 17h, a Câmara de Sobral volta a se reunir tendo na pauta a segunda votação deste projeto. Em sua conta no Facebook, Gilmar Bastos está solicitando a população sobralense que compareça a Sessão, para pressionar os edis contra o aumento, uma vez que, é a segunda votação que decide em definitivo.

Fonte: Sobral Agora
Tecnologia do Blogger.