Header Ads

JN STUDIO

Apoio ao Uber em Fortaleza ganha força nas redes sociais

      Se os relatos de ameaças a motoristas do Uber e apreensões de veículos crescem em Fortaleza, por outro lado, o apoio à permanência do serviço de carona pago ganha força nas redes sociais. A página Apoiamos Uber em Fortaleza já tem 8 mil curtidores em uma semana no ar.
Um dos organizadores da página é o estudante Wilson Carvalho, de 21 anos. Ele afirma que pretendia ser motorista do Uber. “Cheguei a participar de uma reunião com potenciais motoristas, mas depois deixei a ideia para dedicar-me somente aos estudos”, destaca.
Segundo ele, a página foi criada com o objetivo de promover o livre exercício do aplicativo em Fortaleza. No entanto, diante de ameaças ao serviço e aos profissionais, a página passou a dar voz aos problemas dos motoristas.
“Com o tempo, começaram a nos enviar relatos de agressões praticadas contra motoristas do Uber e vimos que algo também deveria ser feito nesse sentido, de mostrar os abusos que têm sido feitos e buscar a punição dos infratores”, pontua Wilson.
Os organizadores da página orientam os motoristas do Uber a buscar medidas judiciais para casos de agressão. Wilson destaca que já entrou em contato com o administrador da página “Queremos Uber no Brasil” e tem sido procurado por pessoas de outros estados para mobilizações em favor da empresa.
“Eu espero que a página sirva para pressionar o poder público a permitir o exercício do Uber em nossa cidade. Bem como prestar solidariedade aos agredidos e visibilidade para identificar agressores”, diz o advogado.
Apesar de reunir apoiadores, há quem questione o serviço na página. “Isso não tem nada a ver com progresso. Os taxistas pagam altos impostos e cumprem diversas exigências da Etufor para trabalharem e sustentarem suas famílias”, comenta Eliana Peres, em uma das postagens.

Fonte: Tribuna do Ceará
Tecnologia do Blogger.