Header Ads

JN STUDIO

41 municípios do Ceará deverão enfrentar estiagem até dezembro

É o pior ciclo de estiagem do Ceará nos últimos 50 anos. De acordo com pesquisadores, 41 municípios cearenses devem enfrentar o processo de falta de água. O professor e pesquisador do Departamento de Engenharia Hidraúlica, Nilson Santos, da Universidade Federal do Ceará (UFC), afirmou que o carro-pipa ainda é a solução para a causa hídrica.

“O carro-pipa é uma realidade histórica e na minha percepção deve persistir por muito tempo. Ele pega água em fontes confiáveis, embora mais afastada, mas ele é uma solução ainda”, comentou o professor em entrevista à Rede Jangadeiro FM.
Segundo o professor, o açude do Castanhão, maior reservatório hídrico do Estado, abastecerá Fortaleza até a transposição do Rio São Francisco. “A perspectiva é que a transposição chegue em outubro, contudo a ligação da entrada no Ceará pode levar algum tempo. Porém, falando de Fortaleza, a fonte disponível é o Castanhão, e que deve seguir até a chegada da transposição”, finalizou o professor. Nota da Cagece:
A Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece) informa que entregou, nesta segunda-feira (16), para a Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados do Estado do Ceará (Arce), Planos de Racionamento e medidas de contingência dos sistemas afetados pela escassez hídrica, atendidos pela companhia. Estes planos atendem ao que foi determinado pela Agência Reguladora por ocasião da publicação da Resolução nº 206 de 2016. A Cagece terá ainda 24 meses para elaborar os planos de emergência e contingência que farão parte do sistema de gestão de risco a ser implantado pela companhia.
O plano traz informações acerca da distribuição de água em municípios já afetados pela seca, além de propostas com ação voltadas para garantir o abastecimento das cidades.
40 municípios e localidades, atendidos pela Cagece são citados no plano uma vez que já passam por regime de contingência. São eles: Acopiara, Amanari (Maranguape), Apuiarés, Beberibe, Campos Sales, Capistrano, Carnaubal, Catunda, Chorozinho, Crateús, Ema (Iracema), Fortim, Granjeiro, Guaraciaba do Norte, Guaramiranga, Horizonte, Ipaumirim, Iracema, Itapiúna, Lapa, Mombaça, Monsenhor Tabosa, Mulungu, Pacoti, Palhano, Palmácia, Parambu, Pereiro, Piquet Carneiro, Pires Ferreira, Potiretama, Reriutaba, São Luiz do Curú e Croatá, Sapupara (Maranguape), Serra do Félix, Tamboril, Triângulo (Chorozinho), Umari, Varjota e Viçosa do Ceará.
A Cagece reafirma ainda que tem empreendido esforços no sentido de garantir o abastecimento de água nos municípios operados. Na oportunidade, a companhia também conta com o apoio da população no combate ao desperdício e na utilização da água de forma consciente.
Fonte: Tribuna do Ceará


Tecnologia do Blogger.